FILMES

SELECIONADOS

CAPIKARÃ

Benevolentes

Vagabundos

Quintal

Hoje tem social?

Tecnogênese

A cidade das três meninas

Afeto Preto

2019 - Experimental
2021 - Documentário
2017 - Documentário
2021 - Ficção
2021 - Ficção
2018 - Ficção
2017 - Documentário
2021 - Documentário
Direção: Rodrigo D’Alcântara
Direção: Thiago Nunes
Direção: Gabriel Ferreira e Paloma Oliveira
Direção: Meimei Bastos
Direção: Kaio Luan Pereira de Aquino
Direção: Coletivo Sem Nome
Direção: Leandro Conde
Direção: João Serra e Pedro Nunes

Brasileira (Karol Lira) mora sozinha em uma casa no interior do cerrado. Enquanto prepara frutas para uma oferenda, realidade e fantasia são misturadas nas aparências do ser mitológico Capikarã (Rodrigo D'Alcântara).

"Benevolentes" visa contar dois relatos de duas pessoas distintas, mas que vivem os mesmo problemas todos os dias, o racismo,  abrangendo a atual situação do Distrito Federal e suas regiões administrativas, abordando este tema através das diferentes formas de racismo que temos hoje em nossa sociedade, como racismo estrutural, institucional, individualizado, cultural, recreativo, urbano.

O preconceito está presente todos os dias nessas profissões, que são marginalizadas pela sociedade, pelo simples fato de estarem em busca dos seus sonhos e por isso muitas vezes são taxados de “vagabundos”, “sonhadores” e “frustrados”. E tentar entender o porque muitas pessoas não levam essa profissão a sério se ela é como qualquer outra profissão que tem suas dificuldades e seus obstáculos, que por sinal não são poucos e nem fáceis.

O olhar de uma criança, as distâncias e desigualdades de uma capital e sua cidade com nome de planta. Quintal é um curta-metragem-poético escrito e dirigido pela poeta e escritora Meimei Bastos, filmado em sua cidade-musa Samambaia.

Ângela é uma adolescente que luta para realizar o seu sonho de se formar na faculdade. Para arcar com os custos da universidade ela trabalha em meio a pandemia para Amanda, uma blogueira famosa e nada empática.

Em uma Brasília distópica, o governo totalitário cria um sistema que restringe o acesso a direitos básicos a boa parte da população. Kata é professora na cúpula democrática, única instituição permitida a dar aulas, até que seus ideais e sua origem a levam a contrariar o sistema.


Elismar, morador pioneiro da cidade de Samambaia e vigilante, foi um dos acidentados durante o famoso incêndio na biblioteca do Parque Ecológico Três Meninas. Retornando à cidade depois de muitos anos Samambaia já não era mais a mesma. A transformação do espaço e do mundo à sua volta vão lhe obrigar a criar formas urgentes de adaptação. O processo de feitura do filme se estabelecerá na troca entre a história de Elismar e a invisível desativação do Parque Três Meninas.

Afeto. O dicionário o define como um sentimento terno de afeição por uma pessoa ou animal; amizade. Mas o quão complexo pode ser esse sentimento nos dias de hoje, sobretudo, para pessoas pretas nascidas no Brasil? É, infelizmente nós crescemos acreditando que, muitas vezes, éramos errados simplesmente por existir. Que nosso cabelo era errado, nossa pele era errada, nosso sorriso era errado, nossos deuses eram errados, nossas tradições eram erradas... Mas esse plano encontrou barreiras: a gente redescobriu que se ama! E esse filme é exatamente sobre todo esse amor que nós temos por nós mesmos e por nossos semelhantes. É papo de ancestralidade, saca? Você, branco, nunca entenderia

Contato

E-mail: contato@mostrasamambaia.com

Nos siga

©Mostra Samambaia de Cinema, 2021. Criado por SōZō - Agência Criativa.